16 de novembro de 2007

Simplesmente Cinema Recomenda

O GRANDE TRUQUE
(The Prestige, 2006)
de
Christopher Nolan


" Todo grande truque de mágica consiste em três atos. O primeiro ato é chamado "A Promessa": o mágico mostra à platéia alguma coisa ordinária… mas que naturalmente não o é. O segundo ato é chamado "A Virada": o mágico faz essa coisa ordinária fazer algo extraordinário. Agora, você está procurando pelo segredo… você não o encontrará, e é por isso que há um terceiro ato chamado "A Fascinação" : esta é a parte das reviravoltas, onde as vidas ficam suspensas e você vê algo chocante que nunca havia visto antes. "


Com uma história intensa e poderosa sobre duas vidas que se entrecruzaram na tragédia e passaram a estar visceralmente ligadas pela obsessão, inveja e desejo
de vingança...

Um dos truques preferidos do diretor Chistopher Nolan é a não-linearidade. Amnésia, seu grande sucesso, é construído inteiramente inteiramente "de trás pra frente". O Grande Truque não chega a tanto, mas é suficientemente descontínuo para intrigar o espectador e fazê-lo perguntar-se algumas vezes: "como é que isso aconteceu?". Nada mais do que apropriado para um filme de mágica.

Percebemos como é fácil traçar paralelos entre a arte da mágica e a sétima arte: ambas visam ao entretenimento por meio da ilusão. Você não vai ao cinema para descobrir como o iluminador, o roteirista e o editor trabalham, embora possa interessar-se pelo assunto e observar com mais atenção um detalhe ou outro. Essencialmente, você vai para se iludir, para tentar adivinhar o rumo da história e, quando o filme é realmente bom, surpreender-se com o seu desfecho, ou ao menos se encantar com ele.

O Grande Truque realmente suspende a respiração da platéia com um enredo tão impressionante quanto um bom número de mágica, Em certo momento, o personagem de Jackman afirma algo do tipo: “O mundo é sólido. Fazer a platéia pensar, nem que seja por alguns segundos, é atingir algo especial”.

“Se a platéia quer ser enganada, tudo parece mais simples”.

Com interpretações convicentes de atores que parecem brincar em cena, o filme é um jogo de lógica extremamente concentrado no seu objectivo, um quebra-cabeças soberbamente concebido e que dá gosto tentar resolver.

Cuspido por ...Raphael, informações adicionais Omelete e Imdb.

LUZ, CÂMERA, AÇÃO ...CORTA.

11 comentários:

Kemp disse...

Esse diretor realmente promete com seus filmes totalmente desorientados que se encaixam direitinho ;)
Amnésia é muito bom!
Abração!

young vapire luke lestat news disse...

Excedlente recomendação.
Como sempre Raphael muito boas indicações.....
seu blog cada vez melhor

[]s L.sakssida

Danielll2 disse...

Nossa que bom! Já sei aonde devo ir quando quiser dicas de filme!

Obrigado aí!
Continue postando!
abraços!

Kemp disse...

Sem contar que ele fez o melhor Batman ;)

Pirata disse...

Um blog q eu vou visitar mais frequentemente! Ótima recomendação XD

Jéssica Torres disse...

Concordo que o filme é maravilhoso, e já tive a oportunidade de assitir e gostei muito. Muito embora tenha descoberto o esquema numa das cenas do meio do filme!
Mas achei mto bem elaborado!

César Fernández disse...

valeu pela recomendação :D

RENATO BIAO disse...

boa recomendação!!!

passarei por aqui mais vezes.

S4ltimb4nco disse...

Caramba, ultimamente comecei a me interessar mais por cinema, já era grande fã da sétima arte por assim dizer, mas não me interessava em acompanhar a carrega de um diretor ou outro, ou conhecer os filmes mais cultuados e quem os dirigiu.

Irei ver esse filme junto do Ilusionista, que é para um trabalho da escola.
Té mais

Som disse...

Banca a dica! O filme parece ser bem interessante.

abraço!
http://www.somdosom.com/

Arthurius Maximus disse...

Ainda não vi o filme, mas assisti o trailer e fiquei "babando". O enredo parece interessantíssimo.